Todos os Direitos Reservados © Fata Morgana SPA

8 de setembro de 2008

Imagem de Alex (a lápis aguarela)


Falando comigo mesma a ocultas de mim, sem realmente me escutar enquanto me mexo nos dias que se esboçam como arabescos complicados que me absorvem a atenção, vou dando os passos que objectivamente desenrolam as horas, mas os gestos, esses são de sentir. Manifesta discrepância do ser e do estar.

Passei pelos cumes de neve com mãos nuas de afagar pássaros e flores do estio, como se as não tivesse roxas; desenhei uma cantilena lábil e funesta precisamente na estação do riso; adormeci e tive pesadelos enquanto revolvia a matéria das coisas acordadas; dancei um saltarello ao toque de finados. Julguei que me tinha agasalhado e rido, que tinha vigiado e chorado, tudo a seu devido tempo.

Mas estou quase sempre enganada, quase sempre certíssima no compasso interno.

© Fata Morgana


10 comentários:

Blood Tears disse...

Quando supomos que estamos a fazer tic tac em sincronia com o universo, apercebemo-nos de que apenas estamos em sintonia connosco....

Que belos pensamentos....

Bem vinda de volta^^

biazinha disse...

O compasso externo é quase sempre uma questão aparente, precisamos nos ouvir mais e perceber o nosso compasso interno.
Ena, ena, ena! Já estava com bastante saudades tuas! Que bom que voltastes...Como foste de férias?
Imagem belíssima!
Sê bem-revinda!

Beijos.

Morgana La Folle disse...

Blood Tears,

pois é, voltei. As férias têm esse pequeno problema: acabam! :P
(Ainda bem... claro!)

A respeito de sintonias dou muito trabalho a mim mesma :)

Obrigada pela visita e conta comigo por lá muito em breve.

Morgana La Folle disse...

Biazinha,

obrigada!
Já te fui visitar :)

O meu compasso interno é complicado... muito. Mas é o meu, não posso (nem quero) seguir outro, e concordo contigo, escuto-me.

Beijos.

mariazinha disse...

O compasso interno é onde mais importa estar certa :)

Bem-vinda de volta!

beijo*

Morgana La Folle disse...

Mariazinha,

claro!

Completamente de volta e prestes a passar por ti :)

Beijo.

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
E quando o compasso descompassa na ideia, e sublima-se no desejo, quase sempre adiado, ficando a partitura por desfolhar(?)...
Um beijo
Daniel

Morgana La Folle disse...

Daniel,

nunca fica por desfolhar, eu só adio desejos para os intensificar, para os tornar insuportáveis :)

Outro*

bat_trash disse...

Se precisares de minhas asinhas para acertar este compasso, venha!
Dark Kiss.

Morgana La Folle disse...

Bat_trash,

asas já tenho as minhas, de corvo. Mas a companhia parece-me boa e aceito :)

Dark kiss.