Todos os Direitos Reservados © Fata Morgana SPA

3 de outubro de 2008


Finalmente passou a sexta-feira negra. Em dias como este é sempre tudo fora do tempo, fora do espaço, fora de mim. Mas não posso abstrair-me do pêndulo; tão perto; no fundo sem fundo, onde me dói mais.
Que a próxima vez demore muito...! Ou não haja.

© Fata Morgana

16 comentários:

Morgana La Folle disse...

Pois... O que já passou foi a quinta-feira negra :(

Estava convencida que ontem era 6ª! E eu nunca edito o que escrevo - só se for uma gralha - portanto, fica assim. Mas o texto devia começar com "Finalmente passou a quinta-feira negra."


PS. Bia, não me venhas ralhar por não usar relógio e dizer que é por isso que depois não sei a quantas ando!!!! :)

biazinha disse...

Olhe, estou pior que tu, pois relato fatos como se tivessem acontecido num sábado e na verdade o fato se deu no domingo...e bla´bláblá, pois se não durmo, acabo não admitindo que o tempo passou.
Eu usava relógios até os 11 anos, na verdade, eu era fascinada por eles. Depois de algum tempo, passei a não ligar, pois acabava a bateria, e, ou se comprava outro, ou se arranjava outra bateria. Hoje em dia vejo a hora pelo celular ou pelo pc. Uso meu cel como despertador.
Perco totalmente a noção do tempo aos fins-de-semana.
Na verdade se eu fosse falta de ti seria o sujo falando do mal-lavado, com a diferença de que eu me atraso no tempo, e tu te adiantas. LOLADA!
Beijos aos borbotões.

bat_trash disse...

JAJAJAJAJAJAJAJA!
Para mim não há dias da semana, e sim, noites e mais noites. Não importando se é segunda ou sexta.
Fica a pergunta meio parodiada de um poema que li do Drummond: A vida parou ou foi o relógio?LOLADA!
Bat Kiss.

bat_trash disse...

PS: Que não haja, mimha fadona!

akasha disse...

Estou tentando identificar que foto é esta que colocaste em teu avatar. É um corvo?
Ah, essa coisa de tempo é besteira...só olho as horas pela lua ou pelo sol.
Se for bom que demore muito, se for ruim que não haja. LOL!

Beijinho.

biazinha disse...

Teu blogue tá diferente ou é impressão minha?

0.04 disse...

...há acontecimentos na nossa vida que nos fazem ver diante dos olhos o passar majestático do Tempo, a procissão invisível dos mastodontes de Kronos,
tal como sapatos apertados lacerando o carne mais sensível dos pés nos fazem sentir cada minúsculo passo.

Casimiro Ceivães disse...

Altíssima traição, a daquele que primeiro pensou em ligar um pêndulo - que marca o tempo - a um relógio - que tudo transforma em espaços.

Beijo, Morgana*

Gotikraal disse...

Olá, Morgana
A tua sexta-feira negra traz o sabor do ferro na boca, os ares carregados de ímanes e uma certa espada sobre a cabeça.
Esta foi, mas venha mais de ti, sempre.

Fernando disse...

Obrigado pela visita. Tenho andado ausente de todos vós. Troquei temporariamente o Minho por Olissipo e perdi-me...

0.04 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Morgana La Folle disse...

Biazinha,

:)))) vê o lado positivo. Se for para chegar a horas ao cinema, a uma festa, à Exposição do Ruela (queria tanto ir!) ou qualquer outra coisa boa com hora marcada, eu safo-me melhor, porque me adianto.
Mas se for uma seca qualquer horrorosa, quem se safa és tu, pois quando chegas já acabou!

PS. Sim, mudei imensas coisas. O Castelo, lá em cima, é novo. É muito mais adequado do que a anterior abadia arruinada. Mudei as cores dos títulos e links da barra lateral à direita. E coloquei a preto e branco o logo do MASA - a associação dos meus sem abrigo.

Beijos*****

------------------------

Bat,

Pois para mim há dias de corva e noites de morcega :)
O que não há é semana!
Sim, e dias como aquele... que não haja.

Bat kiss

------------------------

Akasha,

A foto é de um morcego! O que significa que foi tirada de noite.

Beijo*

------------------------

0.04, bem-vinda!

verdade.
Só os sapatos apertados é que não me incomodam. Para mim é boa a recordação dos pés em sangue, mas sempre leves... Eram as minhas asas! Mas matei-os quando era adolescente e deixei de dançar ballet. Na altura não sabia que estava a cortar as asas.

Senti-me bem no teu sítio, onde estive um bocado a ler.

-------------------------

Casimiro,

Altíssima, sim. E soubeste encerrá-la tão bem na frase curta e contundente.
Mas há também a atenção que damos às coisas, como quando nos cortamos a descascar batatas - só dói quando reparamos que nos cortámos. Exemplo saloio para dizer que também tive culpa ;))

Beijo*

--------------------------

Bem-vindo, Gotikraal.

caramba... é exactamente isso!
Mais de mim há-de ir, sim, não sei se sempre, mas quando calhar, que é o costume aqui :)

Surpreendente o teu... seu (?) sítio. Austero. Apelou ao meu desejo "frustrado" (totalmente onírico, claro) de ser monja reclusa.

--------------------------

Fernando,

Gostava de saber as tuas impressões a respeito dessa troca :)
Gosto tanto do Minho... e gosto tanto de Lisboa. E são tão diferentes.
Perdeste-te, eu entendo!

Valquíria disse...

O que li deixou-me numa disposição despedaçante, principalmente porque em criança fiz malas reais e encenei uma despedida que sempre existiu. Mas não nasci morta: morri quando nasci.

Impressionante simplicidade tocante.

Morgana La Folle disse...

Bem-vinda, Valquíria.

Eu sei como é estar viva e saber que não sou daqui. E estar aqui. Viva.

Daí ser tudo tão simples, por tão complicado e sem solução.

Já vi que no teu sítio há muito que ler. Lá voltarei para deixar as minhas rosas.

Blood Tears disse...

Hum.... Os dias fora de tempo fazem-me lembrar uma velha que devolveu o relógio... lol
Falaste em pêndulo e lembrei-me do meu, às voltas.....

Blood Kisses

Morgana La Folle disse...

Essa velha é muito sabida, mas sobretudo muito sábia.
Ela é a velha que eu quero ser, um dia.

Blood kiss