Todos os Direitos Reservados © Fata Morgana SPA

3 de fevereiro de 2009


Pintura de Nancy Farmer

Que a Bela era uma princesa linda como os amores (esta expressão perdeu a actualidade...) todos sabemos. Que era inteligente e prendada, também, porque algumas Fadas boas estiveram no seu baptizado e não foram avaras, fadaram-na mesmo, com os seus dons. Depois, sabemos que dormiu cem anos por causa de uma Fada má que entrou na festa sem convite, oferecendo-lhe o sono da morte quando completasse quinze anos. Não havia talão de troca mas, por sorte, uma Fada que ainda não tinha oferecido nada conseguiu trocar o presente feio por outro melhor.
Sobre a índole da Bela, não temos dúvidas: era boa. A respeito do seu comportamento não hesitamos: portava-se bem.
Mas ignoramos a sua verdadeira natureza e que tipo de amor-de-menina seria, pois nada transparece relativamente ao seu feitio (aqui, eu diria feitiozinho). Não sabemos se lhe foi fácil a perfeição ou se travava batalhas com um espírito voluntarioso que lhe fosse inato.
Nada nos foi dito para lá das qualidades basilares de uma boa-menina. Desconhecemos completamente a personalidade da Bela, e o mais natural é que tivesse vários traços e propensões por fadar, pois só um grosso batalhão de Fadas boas poderia providenciar tudo logo ali no baptizado.
Portanto não fazemos ideia se a Bela era oportuna e espirituosa ou se era uma chata; se preferia andar de bibe na floresta ou sempre de vestido pelos salões; se era frágil e dócil, se viva e um bocadinho mordaz; se a Alegria recebida no berço se traduzia sonoramente, em risos, ou se era uma rapariga tranquilamente longínqua, de pensamentos ridentes... Nunca mais acabaria de enumerar as coisas que não sabemos acerca da Bela.
Poupemo-nos, ora, o que eu quero é chegar ao beijo. O beijo é que interessa, ao fim dos cem anos, pois!
Ah, deve ser uma maravilha estar a dormir muito sossegada, a dormir profundamente, aparecer um príncipe - não, não serve qualquer um, o beijo só presta se for dado por aquele que é o tal, e na história é um príncipe, talvez porque a Bela não tinha nenhum tal -, e zumba!, ferrar-nos um beijo. Bem... zumba, não... E ferrar também não...

O beijo tem de ser absoluto. Há-de trazer o enlevo assombrado de quem Vê a Beleza pura, nunca antes suspeitada. Será um beijo delicado mas forte, um beijo cheio de fome e de sede que não se quer matar jamais; um beijo de posse e desapego; um beijo... BOM! Que não se distingue dos sonhos mais lindos.

E nada me espanta, se a Bela por acaso for dorminhoca - não é defeito! -, que ela se aconchegue mais deliciosamente entre os fofos colchões e cobertores, suspire de puro deleite, e se volte para o outro lado, a dormir outros cem anos.

© Fata Morgana

21 comentários:

Escabroso disse...

Sim. Dormirá. Pois do que a Bela precisa é de um Monstro. E não de um príncipe.

Como é óbvio. :)

Beijos ascorosos,

witch disse...

Foi-se desenhando um sorriso desde o início da leitura que aqui fiz...
Acho que vai durar ainda uns dias! Mas já estou habituada...:)

Só mesmo tu para escreveres estas narrativas deliciosas...


Kisss...

Leto of the Crows disse...

Talvez dormir seja o que melhor tem a fazer, pois é assim que os sonhos têm um gosto mais saboroso... mas quem sabe o que poderá sonhar uma Bela princesa adormecida? E quem se importa? Sonhos seus poderão ser pesadelos de outros.

Gostei da visão ^^

Um beijinho!

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Descreves algo que é das coisas mais doces que pode haver. Diria que é uma obrigação para quem ama... acordar o outro assim. Não consta que dormisse a partir daí.
Um beijo
Daniel

Nilson Barcelli disse...

O beijo absoluto, de facto, não se distingue dos sonhos. Mas é inesquecível.
Só vê a Bela quem conseguir ver a sua beleza absoluta... eu acho que tu já a viste e foste vista... só não o queres admitir.
Uim de semana em beleza para ti.
Beijo.

Nilson Barcelli disse...

Errata...
Um fim de semana em beleza para ti.

bat_trash disse...

Ou...se...qual será o sexo dos anjos? Qual é o signo do capeta? E o ascendente de Deus?
Ai, que sono...tomara que um sapo me beije ao despertar...:)
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ....
Saudades de ti, sua fada má porque andas desaparecida.

0.04 disse...

:) que belo texto.

talvez o Poema "Nevrose Nocturna" de Gomes Leal possa dar mais informações acerca da Bela. Conheces?

bjs

0.04 disse...

"
- Bela! dizia eu, como um navio à vela,
para um país polar, por um silêncio amigo.
- Bela! como uma estátua e gélida como ela.
- Bela! dizia eu, como um sepulcro antigo.
"

et cetera

bj

Marlene disse...

Adorei este post. Nunca tinha passado pelo teu blog e vejo agora o que tenho andado a perder. Passarei por ca mais vezes.
E eu sempre achei que Bela seria um pouco mimada e vaidosa.. e dorminhoca, isso sem duvida!
Beijo enorme!

HornedWolf disse...

Uma Bela humanizada ;), agora quase que a podemos tocar, mas ainda não...

Pois, ela dormiria mais cem anos porque menos tempo não seria o tempo de um beijo absoluto.

aquilária disse...

pois. que esse sono não há-de significar passividade ou submissão mas uma vontade e uma capacidade enormes de imobilizar o tempo.

(sabes? vem, e não vem, a propósito: lembrei-me de "a casa das belas adormecidas" - de yasunari kawabata)

beijo, morgana

aquilária, de novo disse...

corrijo:
pois. esse sono...
e não:
pois. que esse sono...

é o que dá, escrever à pressa...

andorinha disse...

Belíssimo post!
É uma delícia ler-te...e reler-te...
A tua escrita é viciante:)

Beijinhos.

ParadoXos disse...

fui atingido por esse beijo - absolutamente!

beijos

Blood Tears disse...

Hum.... Acho que a nossa princesa não devia distinguir o beijo do sonho, e ao virar-se para o outro lado abraçou o almofadão de penas imaginando que era o príncipe.... Neste momemto só consigo imaginar a cara do Príncipe... lol

E o Principe? Seria dorminhoco também?

Blood Kisses

biohazardworld disse...

O beijo tem de ser sempre puro! Mesmo o beijo de Judas foi puro...
beijos

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
As tuas ausências são criadoras de saudades.
Uma Santa Páscoa
Um beijo
Daniel

0.04 disse...

Happy Ishtar

beijos*

Lord of Erewhon disse...

As belas estão todas mais para lá, do que para cá... :)

Morgana La Folle disse...

Agradeço a todos os que passaram por aqui. Um abraço grande, meus amigos que comigo vêm caminhar de vez em quando... Bem-hajam!