Todos os Direitos Reservados © Fata Morgana SPA

3 de março de 2010


Desconheço o autor da imagem

Porque abro os olhos e o que vejo é a roda que nunca pára, fecho-os para o deserto de gelo que tenho em mim; agasalho-me. Porque abro os ouvidos e o que ouço é o ruído branco que parece não ter fim, fecho-os para a canção que me canta a alma desde criança; embalo-me. Porque abro a voz e ela não soa no vazio desoxigenado, fecho-a para entoar sozinha a tal canção, minha, de sempre - "Dorme, menina triste/ Não te lembres de acordar/ Que toda a vida consiste/ No eterno desenganar". Afundo-me.

O poço é dentro e senti-lo é muito mais forte do que vê-lo. Eu não tenho vertigens, gosto da profundidade, atrai-me o que se oculta onde não chega a luz. O meu olhar é rasgado, como de cega, e não preciso da luz.
São tão poucas as coisas que, sob a luminosidade clara dos dias enormes, me prendem o olhar. Eu fujo-lhes, como das palavras. Essas trazem espinhos e medos como nenhuma escuridão. Por isso também não ouço, também me calo, sim, passo por arredia, por vazia ou por antipática. Porém, só queria um silêncio partilhado à beira do abismo.

E gosto de muita gente, oh gosto de demasiadas pessoas, mas quase todas lançam pedras para tentar descobrir quão fundo é o poço, e dói tanto a curiosidade com que as vão atirando, cada vez maiores, como se não fosse a mim. Talvez não saibam que magoa...

Sou muito mais funda do que saliente.
Por vezes, durante o sono, sinto que vou muito longe, quase como se chegasse, e há alguém que me recebe. O meu Anjo, talvez... É pura delícia, mas volto sempre com escassos fragmentos de memória da experiência.

E não conheço muitos dos monstros que hão-de aparecer onde nunca ainda cheguei.

É por tudo isto que tenho andado calada.


© Fata Morgana


Também publicado n'O Bar do Ossian

14 comentários:

witch disse...

Cá estou Fada :)
Só mesmo para dizer que esta imagem diz tanto!!! Tenho esta e uma outra que já publiquei no meu blog, como sabes. Na verdade, nem precisava de ter escrito nada a acompanhá-la... Visto-a e sinto-me despida. Um pouco como tu fazes aqui, neste texto...


Kisss...

Morgana La Folle disse...

Olá Witch

Tenho andado muito pouco pelos blogues... não vi que tens esta imagem no teu. Mas não me admiro nada por ambas termos gostado dela. Diz muito, conforme os olhares :)

Tenho de ir lá ver, porque não sei a respectiva autoria e, caso a tenhas, aproveito para a identificar em condições!

Este é um texto nu, sim.

Beijo grande*

0.05 disse...

" Nós somos um edifício construído por fora com toda a terra e iluminado, por dentro, com todas as estrelas. E nele, vive silencioso e prisioneiro, o fantasma do seu arquitecto."
TPascoaes

Tanto tempo que as palavras são pedras, no fundo de um rio subterrâneo dentro de nós.

mariazinha disse...

pois. my point exactly.

beijos, muitos.

Morgana La Folle disse...

0.05,

Eu estou quase sempre no rio subterrâneo. Na tua "visão", as pedras que piso (quando tenho pé), então, palavras. Algumas são suaves, outras magoam.

*


____________________________


Maria,

E dá para ser diferente? Eu, não posso.

Beijos e saudades.

katrina a gotika disse...

«É por tudo isto que tenho andado calada.»

É por isso que também não tenho perguntado. Beijinho.

(Mas fala quando quiseres, tá?)

Morgana La Folle disse...

Katrina,

e eu quero quase sempre, mas falar é um hábito que se perde... tão facilmente! A voz é rouca e pouco ágil quando não a usamos.
Mas eu contigo falo, vais ver :)

Um beijinho grande.

aquilária disse...

:
:
:
um abraço, morgana.

Morgana La Folle disse...

Aquilária,

desceste para me dar um abraço, sem te importares que fosse íngreme... :)
Está retribuidíssimo!*

Xico disse...

http://blogameisto.blogspot.com/2006/12/s.html

Como compreendo-te.
Gostei de passar por cá...

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Numa época de ressurreição, sinto-te a passear pelo Jardim das Oliveiras... A tua imagem ficou apreensiva... estás triste ou como se estivesses... algo te falta, eu sei...
Um beijo
Daniel

Morgana La Folle disse...

Xico,

obrigada :)

_________________________

Daniel,

escolhi-a de propósito. Gosto de ter sempre uma fotografia recente e verdadeira.
Passeio pelo Jardim das Oliveiras... gostei dessa imagem :)

Um beijinho e uma Santa Páscoa para ti!

0.05 disse...

é maravilhoso renascer com o Sol na floresta, até as pedras florescem

Anónimo disse...

This will astonish you!

ZEITGEIST: ADDENDUM

Money as debt


HydrogenCar

project camelot magnetic motor


AMAZING!!

OZONATED WATER: CURE ANYTHING!

http://www.stoptherobbery.com/

Monatomic Gold


Dangerous

EXITOTOXINS

Monosodium glutamate (MSG)
Aluninum
Aspartame
Mercury


IMPORTANT

Flouride in water