Todos os Direitos Reservados © Fata Morgana SPA

15 de abril de 2010

Para o HornedWolf




Como uma espécie de sibila airosa
sábia de cerimónias
não me mexo
Na língua
uma palavra vagarosa
ecoa
como um doce sacramento

Reside no olhar o movimento
de profundeza aquática
e lonjura
Mergulhas nele
como quem se cura
de todos os cansaços,
do tormento

Num gesto calmo sempre sorridente
invento um salmo
e canto para ti

Como uma espécie de sibila airosa
sem cerimónias
digo docemente

- Agora vai. Não fiques por aqui


© Fata Morgana


Publiquei este poema no Claro Obscuro a 4 de Março de 2004 - foi quando o escrevi -, e ontem no Facebook. Hoje trago-o para aqui, a pedido de um Amigo especial que, ainda por cima faz anos. Parabéns, HornedWolf!
Claro que isto é apenas um pequeno desejo teu que posso realizar: aqui está!


21 comentários:

lysa disse...

:)

HornedWolf disse...

É um desejo meu e de quem gostar de ler boa poesia na blogosfera eheh.

Minha senhora, sois muito encantadora. Agradeço-te e deixo-te uma vénia :)

Espero que agora esteja tudo bem.
*

Morgana La Folle disse...

Lysa,

obrigada por passares :)

_______________________

HornedWolf,

seja como for, publiquei-o para ti, pronto! :))

Um beijinho

(Está tudo bem! Melhor seria estragar...)

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Também estou quase :)
Que não se estrague por ser melhor... como quem já desconfia que a vida possa sorrir...
Um beijo
Daniel

Morgana La Folle disse...

Olá Daniel.

sim, a vida pode sorrir. Nós, que a vivemos, também!

:)
Um beijo*

Frankie disse...

Saudades das tuas palavras de seda e dos teus dedos de veludo...

:)*
Beijo-te.

biazinha disse...

Gosto dos teus poemas! Pena que te aventures tão pouco nessa modalidade...
Saudades tuas, linda!
Beijos.

biazinha disse...

Gosto dos teus poemas! Pena que te aventures tão pouco nessa modalidade...
Saudades tuas, linda!
Beijos.

biazinha disse...

Bat volta amanhã para comentar os textos pretéritos.
Mais beijos.

Morgana La Folle disse...

Frankie,

olá!
Surpreendeste-me com a seda das palavras... É assim que caem em ti? Eu sinto-as mais duras. Talvez porque aquilo que em mim as dita é duro e cru.
Os dedos, é que tenho a certeza que não são de veludo porque mexer tanto no caldeirão dá-me sempre cabo das mãos! :)

Beijinho grande!
(Dá notícias!!!)

_________________________

Biazinha,

Olha, outra surpresa, também reapareceste!
Se gostas da minha poesia tens de espreitar o Claro Obscuro. É lá que a publico mais, espalhada pelos vários anos, desde 2003, encontrarás imensos poemas - este, por exemplo, tirei-o de lá. Aqui dou preferência à prosa... poética, claro :)

Beijinhos e saudades!

PS. Bat não veio :(

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Pacientemente espero a tua volta, já lá vão 5 meses.
Um beijo
Daniel

biazinha disse...

Pois.
Estávamos sem Net, fadona!
Nunca mais me escreveste...que sumiço!
Saudades!
Beijos.

1.01 disse...

where have you been Morgana
I miss your words, and etereal presence...
*

Klatuu o embuçado disse...

Feliz Natal e Boas Festas!
Abraço!

ParadoXos disse...

faço tuas, as minhas ausências!

um beijo


Hedu

biazinha disse...

Tou preocupada contigo, além de ausente, não respondeste mais aos meus e-mails.
Um feliz 2011!
Beijos.

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Vejo que ficaste presa no lobo, em Abril. Não houve caçador que te salvasse, deves estar com a avozinha na sua barriga :)
Feliz 2011!
Um beijo
Daniel

Ruela disse...

Feliz Ano Novo ;)

Blood Tears disse...

olhar que aconchega, eco doce na melodia do caminho....

Votos de um excelente ano!

Blood Kisses

Daniel Aladiah disse...

Querida Fata
Provavelmente é verdade: foste comida pelo lobo! :)
Tudo tem um tempo... o teu parece que passou por aqui...
Saudades
Daniel

1.01 disse...

For I am the first and the last.
I am the honored one and the scorned one.
I am the whore and the holy one.
I am the wife and the virgin.